Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Notícias > Velho Barreiro apresenta novas versões da edição Diamond



Velho Barreiro apresenta novas versões da edição Diamond

14/12/2012 - Sexta-Feira
Compartilhe:
A marca, que entrou para o grupo de cachaças mais caras do mundo, lança os rótulos Brilhante, Esmeralda, Safira e Rubi para os amantes da bebida

Velho Barreiro apresenta novas versões da edição Diamond

São Paulo, 14 de novembro de 2012 - Após o sucesso da edição limitada da ‘Velho Barreiro Diamond’, que colocou a marca no ranking de bebidas mais cara do mundo, a empresa decidiu ampliar seu portfólio e lançar quatro versões especiais da aguardente brasileira: Brilhante, Esmeralda, Safira e Rubi. Por um preço acessível, entre R$ 400,00 e R$ 1.600,00 os fãs da cachaça já podem realizar a encomenda do produto por meio da loja eletrônica da Velho Barreiro - http://www.emporiowebvelhobarreiro.com.br. Em até 10 dias, o comprador receberá no seu endereço a garrafa especial, que passa por um processo de produção artesanal de ourivesaria.

A cachaça é engarrafada em uma elegante garrafa Axel de 700 ml, que leva a assinatura do tradicional fabricante de cristais e embalagens especiais Saverglass, de Paris. Desenhada especialmente para a Velho Barreiro a fim de realçar as características artísticas do produto, o resultado é um design inovador, glamuroso e que tem no centro de seu rótulo uma pedra preciosa de 0,50 quilate, correspondente a cada versão da linha Diamond.

Em 2010, a indústria Tatuzinho iniciou o processo de desenvolvimento de cachaça premium, com o objetivo de agregar status a tão famosa bebida popular, consolidá-la no cardápio de restaurantes finos e, ainda, cair na graça das classes A e B. Com esta iniciativa, que contou com uma investimento de R$ 1 milhão, já traz resultados para a empresa que, no último ano, aumentou seu faturamento em 8% e o volume de vendas em 3%.

Blend Especial

A “Velho Barreiro Diamond” é um produto diferenciado. Não apenas pela sua embalagem, mas pela alta qualidade da bebida. Cesar Rosa explica que a cachaça foi desenvolvida a partir do blend de duas qualidades de cachaça. A primeira oriunda da própria destilaria Velho Barreiro, que possui pequenos lotes de cachaça, que são envelhecidos por até cinco anos em tonéis de madeira (jequitibá-rosa).

A segunda tem origem no estado de Minas Gerais, que é tradicionalmente conhecida pela qualidade de suas cachaças de alambique. Neste processo de produção, a cachaça é destilada em três panelas e armazenada por cinco anos em tonéis de carvalho.

“O poder aquisitivo das classes A e B cresceu muito nos últimos anos. É este público que compra mais de 40 Ferraris/ano ou troca a cada dois anos seu helicóptero. É o empresário que deseja presentear um amigo ou cliente no exterior e não sabe o que dar. Pode perfeitamente ser um presente diferente e que será eternamente preservado na memória”, assinala.

Além da edição limitada cravejada de diamantes, a empresa pretende comercializar a mesma cachaça Velho Barreiro para o público consumidor. Porém, a garrafa estilizada custará bem menos: entre R$ 90 e 120/unidade.

Fonte: A4 Comunicação





Compartilhe:




Comente